segunda-feira, 26 de março de 2012

Página Olimpio Guarany Escreve, em A Gazeta, dias 25 e 26/03/2012

Notas da coluna Olimpio Guarany Escreve, em A Gazeta nesse final de semana.

Hospital  
Roberto Góes foi rápido no gatilho ao anunciar a antecipação da entrega do hospital Metropolitano. Foi habilidoso quando levou consigo os vereadores, secretários , juiz federal entre outros convidados. A articulação junto a bancada federal foi decisiva para que a obra fosse retomada.
Protesto 
Foi um pára pra acertar a manifestação da última sexta na BR 156 no municipio de Porto Grande. Moradores estão revoltados com os sucessivos cortes no fornecimento de energia elétrica. Uma boa parte denuncia que os prejuizos vão além da falta de energia como os que contabilizam eletrodomésticos queimados.
Tirando uma lasquinha
O que não faltou na manifestação na BR foi candidato a prefeito de Porto Grande. Ao menos quatro pretendentes se acovelaram para garantir visibilidade. Mas, foi Gilvam Borges quem conseguiu acalmar os ânimos e convenceu os manifestantes a desobstruirem a pista.
Explicação 
O diretor técnico da CEA, Jucicleber Castro disse essa semana que os problemas no sistema que liga a perimetral norte - Serra do Navio e Pedra Branca - e vai até Itaubal-Cutias vem sofrendo colapso por falta de manutenção e pela agressão da mata nas redes  e afirmou que a empresa já tomou as providencias para equacionar o problema. A ver.
Renúncia fiscal
Encerra-se no próximo dia 31 o periodo de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados para a linha branca, entre outros fogão, geladeira, lavadora. Mas, como esse instrumento deu certo no enfrentamento da crise,  o Governo pretende continuar abrindo mão de boa parte do IPI pelo menos por mais três meses. O anúncia deve ocorrer esta semana.
Sucessão municipal 
O PSDB, ao que parece, está apostando mesmo na candidatura do deputado Michel JK à prefeitura. Anteontem, no horário eleitoral gratuito, só deu JK. O jovem politico se apresentou com terceira via para as eleições de outubro próximo. 
Articulação
Michel JK luta para viabilizar sua candidatura que ainda está condicionada a boa vontade do deputado Moiséis Souza, presidente da Assembléia e do PSC. Sabe-se que nos bastidores há articulação para o PSDB fechar com o PDT, oferecendo o nome do vice para Roberto.
Enquanto isso...
Geovani Borges diz que não tem fundamento a noticia que dá conta de que o PMDB abriu mão de indicar o nome do vice na chapa do PDT. “Sobre esse assunto não se falou nada”, disse Geovani.
Dor de cabeça
Além dessas condicionantes, JK ainda enfrenta processo de cassação no Tribunal Regional Eleitoral acusado de compra de votos na campanha de sua reeleição em 2010.
Por enquanto, diga-se, o placar lhe é favorável nessa contenda. Três juizes votaram a favor do deputado e um contra. É provável que a votação entre em pauta esta semana.
Canteiro de obras 
Euricélia Cardoso, prefeita de Laranjal do Jari, transformou a cidade num verdadeiro canteiro de obras. São 18, em andamento. Escolas, Postos de Saude, Centro de Atendimento a Mulher, prédios do municipio, pavimentação, Terminal Hidroviário. Boa parte delas será entregue até julho. Para garantir a qualidade das obras, Euricélia contrtou em Macapá o competente e experiente engenheiro Lucas Praça conhecido pela sua capacidade e seriedade no trabalho.

quinta-feira, 15 de março de 2012

NOTAS DA COLUNA OLIMPIO GUARANY ESCREVE, EM A GAZETA 14.03.2012

Sarney a Dilma
Ao confiar o seu destino a Vossas mãos, o Brasil tomou uma opção ousada. Ele sinalizou que é chegada a hora das mulheres participarem de todas as atividades da vida do País em pé de igualdade", palavras do senador José Sarney (PMDB) ao conferir o prêmio Bertha Lutz à presidente  Dilma Roussef em sessão no Senado Federal, ontem.
Ciclovias 
O plenário da Câmara Municipal de Macapá dará lugar, hoje, 14, a partir das 9h, uma audiência pública que reunirá diversos segmentos da sociedade para discutir o cumprimento de leis que tratam da instalação de ciclovias, ciclofaixas, faixas pontilhadas e outros dispositivos que visam beneficiar os ciclistas. A audiência tem outro objetivo que é sensibilizar o prefeito a concretizar que está nas leis.
Canal aberto 
Pré-candidato do PSOL à prefeitura de Macapá, Clécio Luis não deixou fechar o canal com o PTB. Essa semana ele se reuniu com o presidente Eduardo Seabra e o secretário geral Pedro Braga.  Charles Chelala uma das cabeças pensantes do projeto Clécio 2012 também esteve lá. Embora não queria perder de vista um parceirão que viabilizou a eleição do senador Randolfe em 2010, o PSOL/AP terá que esperar pela decisão da Executiva Nacional no congresso previsto para abril.
PSB-PSOL 
Enquanto o PT ensaia se desvencilhar do PSB, o PSOL se aproxima. O presidente  nacional, Ivan Valente foi quem propôs a reunião com Capi (PSB) e Randolfe Rodrigues (PSOL), em Brasilia, para discutir a possibilidade dos dois partidos reatarem e, quem sabe, sairem juntos nas eleições de 2012 e 2014. A ver.
Transporte coletivo
Quatro empresas de onibus de outros estados já se habilitaram a participar da licitação promovida pela prefeitura de Macapá. A torcida agora é pra que não se arraste mais o processo que já foi adiado por questões de rito. Os usuários do transporte coletivo já suportam mais um serviço precário e de péssima qualidade.
Guinada à direita
O recrudescimento da violência contra os brasileiros que vivem na Guiana, promovida pela policia francesa, a Gerdamine, foi estimulada por Nicolai Sarkozy quando esteve em visita por aqui há três anos. Essa semana, nos arredores de Paris, desesperado porque cai nas pesquisa e com risco de perder a corrida presidencial, Sarkozy deu mais uma guinada à direita propondo o fechamento das fronteiras dos paises da União Européia aos imigrantes. “Au revoir, Sarkozy!”
Sucessão em Santana 
Rosemiro Rocha, presidente do PTB-Santana, mesmo admitindo se reunir com Roseli Matos (DEM) e Charles Marques (PSDC) para discutir as eleições em Santana, pode ser levado a lançar um nome do próprio PTB a prefeitura.  Esse nome sairia da familia podendo ser a deputada Mira, sua filha ou o vereador Robson, seu filho, ou ainda sua esposa Jozi.
E no PT?
Quem pensava que o nome de Marcivânia já estava sacramentado para concorrer as eleições pelo PT, eis que, ontem, correu à boca miuda nos corredores da prefeitura  a noticia dando conta de que o vereador Zé Roberto não estaria fora do páreo. Vá saber.

DITO E FEITO
POSITIVO
O pesquisador Wardsson Borges, da Embrapa, é quem está coordenando o trabalho de pesquisa sobre agricultura alternativa no Amapá. Na verdade o interesse da Embrapa é sistematizar os trabalhos de modo a prestar assistência aos pequenos agricultores, especialmente os do entorno da cidade. Isso poderá melhorar e aumentar a produção de hortifrutis orgânicos que fazem bem a saude.
NEGATIVO
Já está na hora da secretaria de Transporte - SETRAP, instalar um semáforo no cruzamento da rodovia JK com a rua Principal do conjunto da Embrapa. Esta é a única via de entrada e saida do bairro universidade via JK. As conversões à esquerda tanto de quem sai do bairro quanto de quem entra são extremamente perigosas. Inúmeros acidentes vem sendo registrados no local.

segunda-feira, 12 de março de 2012

O desgaste da relação

Olimpio Guarany
Casamento exige renuncia. Casar sem amor requer um exercicio diário para absorver os defeitos do parceiro até que, quem sabe, se descubram e vivam felizes para sempre. Mas tem o outro gume. O limite de convivência entre o PSB e o PT, que vem de um casamento marcado por interesses circunstanciais, pode se situar, neste momento, entre o abat-jour e o travesseiro.
Nas últimas duas semanas a relação estremeceu porque extrapolaram os limites do ambiente de convivência dos dois. É meio chato quando os vizinhos começam saber dos detalhes das brigas de um casal. Pois bem, segmentos do PT ligaram o desconfiometro achando que foi o pessoal do PSB que vazou o esquema nas licitações da Seinf chefiada por um dos caciques do PT no Amapá. Se a relação já vinha azeda desde que o PT nacional determinou que em Macapá o partido terá candidato à prefeitura, até por força de um acordo pré-eleitoral de 2010, agora piorou com a suspeita de delação, criticas e otras cositas mas. O vatapá que os dois comiam juntos azedou de novo quando senador Capi desferiu petardos que atingiram Dalva Figueiredo, uma das principais lideres do PT, e a gestão da CEA sob dominio dos petistas.
O revide não demorou. Dalva rebateu pela imprensa e já teria preparado um discurso carregado de nitroglicerina pura. Teve quem dissesse que seria mais dossiê, um calhamaço de informações contendo lances escabrosos da administração de Capi. Autoridade para isso não lhe falta. Dalva tem café no bule como costuma dizer, afinal, ela era vice de Capi e o sucedeu no cargo por nove meses.
Ao que sabe o tal discurso não saiu por causa das comemorações do dia Internacional da Mulher, na Câmara. Ficou não se sabe pra quando. Nem se sabe  ao certo se Dalva ainda vai falar. Pelo sim pelo não Capi estourou uma bomba na cabeça de Dalva e no PT. Como todo mundo já sabe dos desencontros entre PSB-PT, não só os vizinhos, não se pode acreditar que pelo tamanho do desgaste haverá reconciliação ou será que pode ocorrer a reedição de 1998 quando o PT local não queria, mas teve que engolir o PSB e trabalhar pela reeleição de governador. Para alguns analistas os dois ficarão, por enquanto, que nem aquele casal que vive de aparências, mesmo dormindo em quartos separados.

Notas da Coluna OLIMPIO GUARANY ESCREVE, em A Gazeta 11.03.2012

Buscando a harmonia  
Lideranças do PT se reuniram, ontem, na sede do diretório estadual. Dalva Figueiredo, Jaezer Dantas e outras figuras exponenciais do partido trataram do projeto de união das forças petistas em torno da candidatura própria a prefeitura de Macapá e em outros municipios do estado, afinal, para eles, 2012 é o ano do PT.
Estratégia  
O curso de Formação Politica organizado pelo presidente regional do PSC, deputado Moiéis Souza, hoje, na Assembléia Legislativa tem dois objetivos:  preparar as bases do partido visando dar um salto na qualidade na formação politica de seus filiados e simpatizantes e estabelecer metas de crescimento para 2014.
Estratégia II 
Para dar dimensão e criar fatos politicos para ocupar espaços na midia, além do curso de Formação Politica, Moiséis Souza, preside a sessão de posse da presidente estadual do PSC Mulher, D’arc Marques, esposa do deputado Charles Marques.
Estratégia III
A divisão, instalação e estruturação de diversos segmentos dentro do PSC tem, também, o objetivo de criar capilaridade o que resultará na atração de novos filiados e simpatizantes, bem como a ampliação do quadro partidário, especialmente nos targets Mulher e Jovem.
Na pressão
Enquanto Gilvam Borges diz que vai a Assembléia Legislativa denunciar que quis fazer doação do sistema de ar refrigerado no hospital Mãe Luzia, o governo do estado se apressar em afirmar que vai climatizar e reformar setores daquela maternidade. Pelo sim, pelo não, a ação de GB  provocou um rebuliço dentro do Governo que se espertou e tratou de tomar providências.
Acredite se puder
Levantamento feito pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) revela que o uso de sacola plástica seja de 41 milhões por dia, 1,25 bilhão por mês e 15 bilhões por ano. Mas os consumidores brasileiros representam apenas uma parte do uso mundial do produto. Os dados indicam que, no mundo, são distribuídas de 500 bilhões a 1 trilhão de sacolas plásticas por ano. 

Olhos atentos

Olimpio Guarany
Todos esses recursos previstos nas licitações com suspeita de fraude e canceladas são provenientes de uma grande operação de crédito realizada pelo Governo do Estado junto ao BNDES. O montante gira em torno  de  R$ 700 milhões. Esses recursos são vinculados a um Plano de Investimentos em obras de infra estrutura e saneamento. Ao que se sabe,  entre outras, destacam-se a urbanização do canal da Mendonça Junior, o mercado do Perpetuo Socorro e um conjunto habitacional no Congós bem como a urbanização de uma área de ressaca também naquele bairro. Esse grande Plano foi gestado ainda no governo de Waldez Góes. Para tomar emprestado um volume tão grande recursos, o governo do Estado precisaria de autorização da Assembléia Legislativa. No primeiro momento, por circunstâncias politicas, a Assembléia “mordeu” na corda e não aprovou. Em outra ocasião  acabou votando e aprovando.
O que precisa ficar claro para a população é que todo esse dinheiro não é a fundo perdido, como se fosse um convênio em que o Governo Federal repassa os recursos e o GEA não precisa pagar. Essa é uma operação de crédito, é um empréstimo, com juros e correção. Esse dinheiro terá que voltar ao BNDES em forma de pagamento parcelado por alguns anos. Isso quer dizer que temos que pagar. Portanto, é necessário que os deputados, o Ministério Público Federal, já que é verba federal, e a população fiscalizem. O Governo do Estado tem a obrigação de informar com transparência à população já que isso é uma divida que terá que ser arcada pelo povo.
Evitar que a corrupção corroa esse dinheiro é indispensável, sob pena de termos que pagar duas vezes, uma na forma financeira com todos os encargos e outra por não termos a obras, se o dinheiro se esvair pelo ralo. Fiquemos de olho!